Em Exposição

Outrouniversopossível

Sem título Dobradura em papel 60 x 110cm 2016

Algumas obras nos confundem.
Tentamos reconhecer elementos, como fazemos quando vemos algo novo, uma busca natural para qualquer ser humano.
Mas continuamos não entendendendo se é fotografia ou se é pintura, se conhecemos aquela cor na vida real ou se a saturação foi forjada pelo artista.

Eleutherio Netto nos convida a transitar nessa incerteza.

Estamos fora da nossa zona de conforto porém tem alguma coisa que nos segura aqui. O artista compartilha o mundo conosco mas apresenta algo que não havíamos visto.
Na verdade, não sabíamos que estava ao nosso alcance.

A beleza nos detalhes e na harmonia estética das peças chama a atenção. Nos desperta a curiosidade e seduz. Conforme vamos entrando nas suas obras, mais percebemos o quanto esse mundo instigante também é nosso.

Folhas de livros usados, peças de máquinas, pedaços de parede, toras de madeira, toalha de hotel…
O primeiro encanto é o reconhecimento.

E Eleutherio, com suas obras, sugere outro passo.

 

Sem título
Pigmento natural e tinta acrílica, sobre metal oxidado – Ø62cm – 2016
Sem título
Pigmento e pó de ferro com bordados e aplicação de metal sobre lona – 201 x 157cm – 2016

 

Já sabemos quais são os objetos e não procuramos mais enxergar as folhas de livros usados ou os pigmentos naturais ou mesmo fotos de paredes que mostram a passagem do tempo. Aceitamos.
E no minuto em que aceitamos, deixam de ser.

O que era madeira deixa de ser madeira.
O que antes era um livro já não pode ser lido.
O que era usado, hoje, não está mais em seu uso original.

Eleutherio enxerga sobrevida em coisas que foram descartadas.
Apresenta essa sobrevida não como um tempo extra do nosso mundo finito.
E sim, como uma outra vida, em um outro universo possível.

E aí está nosso deslumbre:
se objetos que conhecemos podem transitar e ter novas possibilidades, talvez como os objetos, possamos também existir em um outro lugar.

Sobrevida.
Outrouniversopossível.

Possibilidades

Não precisamos mais entender.
O libertador não é o entendimento e sim a transformação.

Julie Belfer, 2016


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/zb_us/zbgaleriadearte.com.br/wp-content/themes/zuleika/single-exposicao.php on line 75